Como Estragar Tudo

Um blog de erros, por Gustavo Cavinato.

Sunday, July 16, 2006

DEVAGAR E SEMPRE

As coisas andam meio paradas por aqui, mas
por motivos nobres. Tou preparando algumas
modificações no blog e em breve estarei colocando
no ar. Continue visitando, amigão, e acompanhe
de perto todas as novidades.

Enquanto isso, o UM OSCAR PARA KEVIN BACON
segue firme e forte. O Fabiano até botou um vídeo
com cenas do inacreditável Star Wars Turco, o filme
que transformou meu aniversário em 2004 numa
demência coletiva durante a sessão do desgraçado
lá na Sala PF Gastal. Passa lá e leia as últimas!

Monday, July 10, 2006

UM OSCAR PARA KEVIN BACON

Esse é o nome do blog paralelo que tou tocando
com o compatriota Fabiano Goldoni, direto de
Buenos Aires para a alegria de todos nós.
Vamos escrever sobre filmes poucos vistos-
desconhecidos-esquisitos-ruins e por aí vai.
Minha intenção é mandar ver numas resenhas
mais longas, como a que postei aqui sobre
"Gaiola da Morte" uns meses atrás, então vamos
ver o que acontece. O Fabiano já escreveu sobre
um filme que ouvi falar muito bem, "The Descent",
e eu postei hoje meus primeiros comentários
falando de um que não vi. No mais, vamos tentar
atualizar direto.

Passem lá e prestigiem: http://kevinbacon.zip.net/.

COMEÇOU

Hoje vi um carro com um adesivo da Hello Kitty
na traseira, COLADO AO LADO DE UM ADESIVO
DO COLLARES. O espírito nonsense das eleições
começa a se manifestar em Porto Alegre.

AVANTE AZURRA

Depois de uma inesperada homenagem de
Zinedine Zidane ao título deste blog na final
da Copa, a Itália é a campeã do mundo,
com a minha torcida regada a vinho tinto.
Fica aqui nosso abraço ao Maniche,
o volante que o Inter sempre sonhou ter, e
assunto encerrado pelos próximos quatro anos.

Monday, July 03, 2006

AINDA NÃO ACABOU

Ok, a Argentina caiu fora na sexta e o Brasil caiu
no sábado - ou seja, sem a melhor final de todos
os tempos, pelo menos até 2010. Não me resta
outra alternativa que não seja torcer pelo time
do Felipão; afinal, o sujeito foi colega de aula de
contabilidade do meu pai, e isso deixa minha torcida
um pouco mais autêntica. O sangue italiano vem em
segundo lugar, e a Azurra é meu segundo time
nessas semifinais.

Como, pela lógica até agora, TODOS os times pelos quais
manifestei alguma simpatia foram sumariamente eliminados,
resta-me crer que a Alemanha será a campeã mesmo.
E na real, já disse aqui que não gosto do futebol dos caras,
mas com um técnico empolgado como o Klinsmann,
que a cada gol pula até cair as moedas dos bolsos no banco
de reservas, o título seria nada injusto. Klinsmann, grande
cara.

E ah, se a França ganhar, será merecido pelo Zidane,
um grande jogador de verdade, e que botou o Ronaldinho
nas Havaianas nessa Copa.

Provavelmente este seja meu penúltimo post sobre a Copa
do Mundo, já que não vou me agüentar sem escrever sobre
isso depois da final. Quando acabar tudo, voltaremos à
programação normal: filmes, música e amenidades.

Beijo proceis.