Como Estragar Tudo

Um blog de erros, por Gustavo Cavinato.

Sunday, May 28, 2006

AT THE MOVIES

Cachè, do Michael Haneke, foi o filme do sábado,
o que levou Melhor Diretor em Cannes no ano passado.
A sessão estava tomada por velhas usando perfumes
violentos que disputavam a tapa a atenção das minhas
narinas. Difícil alguém com rinite alérgica - meu
caso - não explodir numa situação dessas, mas por milagre
isso não aconteceu.

Sobre o filme: muito bom. A atuação do casal de
protagonistas é sensacional, e o clima de tensão
desgraçado que fica no ar durante a projeção é
algo lindo de se ver. O cara sai com os nervos
pulsando. Para se ter uma idéia: depois do filme,
um cara que espirrou alto na calçada quase me
fez capotar o carro, assim, no susto.

E ainda teve o momento bônus genial, que foi ver
o Lauro Quadros reclamando do final do filme na
saída do cinema. Valeu umas seis vezes o preço
do ingresso.

5 Comments:

Anonymous Patrick said...

Lauro Quadros vive.

8:09 AM  
Blogger Vitor said...

Eu pinto paredes. Lauro Quadros.

10:13 AM  
Anonymous Carol Andreis said...

Não vi e gostei.

2:58 PM  
Blogger Gustavo said...

patrick: vive. deu uma envelhecida, mas vive.

vitor: ahahahahahaha

carol andreis: veja. bom filme.

6:00 PM  
Anonymous Helga said...

Haneke é O CARA. Sempre achei!

4:39 PM  

Post a Comment

<< Home